Fly, o Pequeno Guerreiro

(Redirecionado de Fly)

Pow! Paf! Tum!
AAAAA!!!
Fly, o Pequeno Guerreiro é algo relacionado a Shounen

Esse artigo tem a ver com animes/mangás onde os personagens vivem brigando, lutando, metendo porrada e resolvendo as diferenças na base do cacete!
Alem de bom de briga, esse artigo é poderoso!

Shonen jump logo 5756.gif Fly, o Pequeno Guerreiro...

...é mais um mangá que muito possivelmente já virou anime da Shonen Jump S/A! Qualquer semelhança com Luffy ou Kimagure Orange Road é mera coincidência...

僕が 構わない
Fly, o Pequeno Guerreiro
ダイの大冒険-
Marca-do-dragao.jpg
Um mangá emocionante
Gênero Heroísmo e Viracasaquismo
Mangá
Autor Riku Sanio – Koji Inada
Divulgação Alien International
Onde sai SAIU em alguns lugares do mundo
Primeira publicação 1990
N° de volumes 37
Anime
Dirigido por Buda
Estúdio Toei Animation
Onde passa PASSOU em alguns lugares do mundo
Primeira exibição 1991 e 2020
N° de episódios Primeiro anime: 46 devido ao "agrado". Segundo anime: Em exibição
Filmes Nenhum
OVAs Uma ova, mas foram 3.

Cquote1.svg Você quis dizer: Dragon Quest? Cquote2.svg
Google sobre Fly, o Pequeno Guerreiro

Cquote1.svg Você quis dizer: Fly, Fly, Fly, quer a paz que o inimigo destrói Cquote2.svg
Google sobre Fly, o Pequeno Guerreiro

Cquote1.svg Você quis dizer: Ganhador do Oscar de roteiro original? Cquote2.svg
Google sobre Fly, o Pequeno Guerreiro

Cquote1.svg IÉIÉ... Passou no meu programa chuchu!!! Cquote2.svg
Sérgio Mallandro sobre Dragon Quest Fly

Cquote1.svg Esse menino se parece com o Gohan! Cquote2.svg
Fã de Dragon Ball sobre Fly

Cquote1.svg Essa porra superou os meus clássicos! Ainda bem que fui eu quem o criou também, hehe.... Cquote2.svg
Akira Toryama sobre Fly ser melhor que o clássico Dragon Ball
Cquote1.svg Eu vou dar o fora daqui...FUI Cquote2.svg
Popy sobre qualquer inimigo que apareça

Cquote1.svg O nome original é Dai, seu baka!!! Cquote2.svg
Otaku sobre Fly

Fly sinal.gif

Fly, o Pequeno Guerreiro (Dragon Quest Dai no Daiboken, para os mais otakus) é uma série de anime/mangá que existiu no início da década de 1900 e guaraná com rolha, para competir com vários outros animes de sucesso, como: Kamen Rider Black, Samurai Warriors, YuYu Hakusho, Cavaleiros do Zodíaco. Porém, como a concorrência era (como deu pra ver) bem forte, o anime não saiu dos 46 capítulos, sendo que somente o seu mangá concluiu a saga (Ou não).

Em 2020, surgiu junto com a Pandemia um remake que promete contar a história até o final, mas isso se os produtores do anime não brigarem novamente com os autores do mangá e se a audiência não cair de novo, porque do contrário, goodbye! E a urgência para os fãs que acompanharam o anime naquela época é ainda maior, visto que muitos ainda estavam nas fraldas quando passava, porém só conseguiram decobrir a conclusão quando já estavam transando e pelo mangá, por isso tem que ser encerrado logo antes que essas pessoas terminem num asilo sem assistirem o final na TV.

Nas terras que Cabral descobriu, teve a sua aparição somente em anime, sendo apresentado no SBT, durante o programa do (HÁIÉIÉ) Sergio Mallandro, mas visto que esse "adorável" apresentador ia tão bem no programa quanto no Fly no anime, o desenho foi repassado para a grade de programação do Sábado Animado e lá ficou até falir acabar!

É conhecido como o anime da musiquinha irritante, tanto que qualquer um que se lembre do anime, não lembra quais eram os principais personagens, qual o objetivo do persongem Fly, os seus inimigos, mas lembra, COM CERTEZA, da música “Fly, Fly, Fly, quero a paz que o inimigo destrói...”. Afim de sanar tais dúvidas esse artigo foi criado.

Editar

  ATENÇÃO! Os textos abaixo podem conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixarem o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, podem revelar detalhes sobre todo o mangá Dragon Quest Dai no Daibōken, incluindo sua continuação que permaneceu inédita por muitos anos em anime, como por exemplo, o Fly lutando contra o Baran transformado em Ryumajin e o Mestre Avan que sobreviveu na luta contra Hadler. Agora que eu já te falei, pode continuar lendo...

 
 
Avan, o herói em todo o seu glamour!

A história começa com o mundo banhado em trevas (nada diferente comparado com muitos outros animes) já que todos os monstros estavam no Lado Negro da Força, obedecendo ao comandante jedi Rei Demônio Hadler. Até que aparece um grupo de heróis que o derrotam:

  • Avan - um forte espadachim (não igual ao Kisame ou Zabuza ou Zaraki, mas ninguém é perfeito);
  • Doutora Lorca Loca - outro poderoso guerreiro, tão “poderoso” que tem a força ofuscada por Avan.
  • Leyra - uma freira especializada em macumba de cura espiritual (além de afastar mal-olhado e trazer a pessoa amada em três dias).
  • Matorif - um bruxo, estilo Harry Potter, especialista em mágicas do estilo fogo (Katon).

Depois da morte do Rei Capeta Hadler, todos os monstrinhos são libertos das forças malígnas e vivem felizes para sempre em um mundo cheio de muito amor no coração... mas somente por quinze anos a paz reinou!

A desconfiança nesses monstros que antes eram malígnos sempre permaneceria (desconfiança para não chamar preconceito), por isso, o herói Avan resolve uní-los e levá-los em direção ao norte do Acre, em uma região que ficou conhecida como Ilha Dermilin e alí formar uma colônia monstro alegre. Blass, o mais idoso dos monstros, e com algum juízo na cabeça, foi treinado por Avan afim de ser o protetor da Ilha.

Nasce um herói (ou não)Editar

 
É impressão minha ou ele tem a mesma cara do Gohan ? Mas, tudo bem, afinal japonês é tudo igual...

Quinze anos se passam e, com a ajuda do Lord sexual Burn, o Rei Capeta ameaça à paz novamente, retornando muito mais foderoso. Como um bom héroi que se preze (ver: Goku, Naruto, Seiya), Fly é um garoto órfão que foi encontrado e criado por Blass, o vigia da ilha (um monstro que mais parece com um cocô enorme do que outra coisa), tornando-se um avô pro guri.

Fly, é um menino das selvas que vive em uma ilha infestada de monstros ridículos e um deles é o seu avô adotivo. Fly é um moleque que não consegue "usar magia em horas de dificuldades...", o que deixou seu avô irritado. Porém o sonho de Fly é capturar todos os Pokémons se tornar um grande herói (qual o motivo? não faço ideia! porque não médico ou professor?)

Sua primeira aventura é salvar o seu amigo cebola voadora, Gome, que foi sequestrado. Pela sua coragem em salvar seu miguxo, o rei de Papúnika condecora Fly como inquisitor cavaleiro. Mais tarde a princesa Leona de Papúnika aparece na ilha para dar (ui!!!) a Fly um treinamento de guerreiro, porém armaram uma cilada Bino para matar a princesa e possuir o trono do rei de Papúnika. Nesse momento (em uma crise de raiva e para salvar os seus amigos, já vi isso!!!) descobre-se que Fly possui uma energia oculta (um pouco idêntico ao Gohan) na forma de uma tatuagem de hena com neon em sua testa que brilha no escuro e lhe dá um poder foderoso do cão, ajudando a salvar a princesa e colocando ele como um provável (ainda resta duvida?) descedente do Clã Uchiha dos Dragões.

O Reaparecimento de AvanEditar

 
A tatoo de Fly aparece... azar do inimigo!

Alguns dias depois, Avan um palhaço com cabelo ridículo poderoso mestre e Pop um viado covarde o seu corajoso aprendiz chegam a ilha de Fly e começam a abusar de Fly treinar o garoto, aprendendo assim a praticar magia. Pórem durante o treinamento, surge um demônio malvado conhecido como Hadler, que foi derrotado pelo fracote do Avan muitos anos atrás. Hadler voltou para se vingar e consegue matar o idiota do Mestre Avan (sim, Avan morre, depois de praticar atos de emices e salvar os seus escravos subordinados usando um golpe de autossacrifício), mas Fly o derrota. Fly, Pop e Maan, seguem em uma jornada para matar o Rei do Mal, e libertar o mundo das trevas (muito original)!

 
O que sobra de Avan em sua luta com Hadler. A vingança foi plena e envenenou!

Hadler se enfurece e manda Crocodine, um jacaré gigante matar Fly como vingança. Porém, Fly derrota Crocodine facilmente e ainda deixa o jacaré rosa gigante caolho após cortar seu olho. Crocodine promete vingança e com a ajuda de um bruxo fracote os dois sequestram o avô de Fly, colocando o velho contra seu netinho querido e criando um conflito familiar. Mas mesmo assim, Fly vence Crocodine, com a ajuda de Maan, (uma gostosa que era aprendiz de Avan) e também de Pop, (embora aquele covarde tenha fugido várias vezes).

Em sua jornada contra os malfeitores do mal, Fly apanhou pra cachorro venceu vários vilões poderosos como Jenki (Hyunkell no original, um homem de lata que também foi aluno do Avan), Freizard (um monstro que é meio frio e meio quente) e Baran (o Pai verdadeiro de Fly, sendo considerado o mais poderoso do Exército do mal. Ou não).

O Pai de Luke FlyEditar

 
A luta de Baran e Fly... a última do anime. Quer mais? Compre o mangá!

O pai de Fly se revela lá pelos últimos episódios da saga do anime (que no mangá esse encontro não chega nem na metade). Naqueles Flashbacks que os animes simplesmente adoram passar, Baranga conta a Fly que conheceu a sua mãe, Soara, há muito tempo, depois que ela o encontrou quase com o pé-na-cova, depois de uma luta, e cuidou dele. Eles se apaixonaram e fizeram coisas.

Quando o pai de Soara descobre que ele era descendente de Clã dos Dragões (e não um simples e mero mortal) manda matá-lo, mas os dois fogem e vão viver em algum lugar escondido. Incrivelmente o sogro descobre onde eles estão, quando vão matar Baran, Soara se joga em sua frente e é morta. Baran, muito puto por terem matado a sua gostosa, libera o poder do Cão e manda todos do reino para os quintos dos Infernos. Porém não encontra o seu filho, que tinha sido colocado em um barco (por quem, não faço ideia) e zarpou.

Depois desse episódio, ele se alia a Hadler e deseja matar todos os humanos. Ao encontrar com Fly, tem-se uma grande luta, e nessa luta Baran descobre que Fly é seu filho desaparecido, só que a descoberta veio muito tarde, pois Baran já havia matado Fly com uma espadada!

  Haaaaa!!

Pegadinha do Mallandro!!

Você conhece o Mario?

Baran descobre que Fly é seu filho e depois daí..., bom, o que acontece depois daí, todos achavam que nunca saberiam. Isso porque os episódios do anime antigo terminaram a partir do momento que Fly descobriu a sua origem. A saga completa só existia em mangá, e o mangá nem mais existe, ou seja, faliu mesmo e não se podia fazer nada (a não ser esperar que algum indivíduo, em sã consciência, traduzisse um mangá nipônico e o revendesse no Brasil). Porém, quando ninguém mais lembrava de Fly, eis que um novo anime da série surgiu junto com a Pandemia de Covid-19 contando o desfecho da Saga toda. Eu espero estar vivo para assistir tudo, ou não. Mas, com certeza, o Fly vence todo mundo, se torna um herói e, junto com isso, se torna o guerreiro mais forte do UNIVERSO... claro, depois de Goku, Vegeta, Yusuke, Seiya, Naruto, Jaspion e muitos outros.

Heróis principais e...vira-casacas também!Editar

  • Fly (Dai)
 
Fly pegando na espada

Fly era órfão, pois seu pai Baran o jogou na cesta do lixo. Assim, Fly foi criado por Blass, um monstro aposentado e feioso que se tornou seu avô adotivo. Ao mesmo tempo, Fly foi criado nessa ilha de monstros como Mogli, o menino lobo e seu mascote era um passarinho amarelo chamado Gome. Fly se apaixonou pela Princesa Leona, que o presenteou com uma faca de cortar pão, depois de salvá-la de assassinos e partiu atrás dela. Enquanto não a encontrava, Fly batia uma punheta para passar o tempo. Ele foi o melhor aluno do Mestre Avan e teve como colegas de treinamento Pop, um aluno covarde e Maan, uma gostosona metida a sapatão.

O protagonista da história, e único humano da Ilha Acreana de Dermilin, é um menino com a cara do Gohan quando criança (se não fosse pela cicatriz na bochecha), a inteligência do Naruto e a força de Jabu de Unicórnio, se não fosse por um grande poder oculto (como todo personagem principal que se preze de um anime tem que ter) que guarda na testa, sob a forma de um dragão, sendo possivelmente uma tatuagem de hena (pois some) misturada com neon (pois brilha também), tornando-o foderoso, por ser descendente do Clã dos Dragões. Seu maior sonho é algum dia se tornar um grande Hokage herói. Tem como poderes o Mara Mera e Beguirama e tem como armas a faca de cortar pão Adaga de Papúnika e a Espada de Avan. Após derrotar mais de oito mil demônios, finalmente salva a Terra em uma batalha final contra Burn e aparentemente morre...ou não.

  • Blass
 
O "avô" de Fly, Blosta Blass

É um velho gordinho, que usa uma bengala e tem a voz do Seu Barriga (na dublagem em português). Ele adotou Fly e sempre cuidou dele. Um dia um bruxo que eu esqueci o nome apareceu e fez Blass ficar malvado. Fly acabou levando uma surra do seu avôzinho, (ele não era tão bonzinho assim). Se diz "avô" de Fly (sendo que não parece nem porra nenhuma). Foi quem encontrou o menino ainda bebê dando bobeira por aí e resolveu criá-lo como um cachorrinho, mas como viu que o garoto poderia ter um futuro como feiticeiro resolveu criar o pirralho como gente. Foi treinado por Avan para proteger a Ilha Dermilin (o refúgio dos monstros bondosos, alegres e felizes, ui!!!). Tem um formato que mais se parece com um belo pedaço de "mierda" falante do que com um monstro, já que fez parte do Lado Negro da Força, no Batalhão de Sagron. E segura um pau pelo qual solta o seus fogos de artifícios.

  • Gome
 
Fly conversando feito um retardado com o Gome.

É um pintinho amarelinho que fica voando. Ele não fala, apenas faz um ruído assim Pzzz...Pzzzz...Pzzzzz! (que traduzido em português fica: Puiiii...Puiiii...Puiii) É o melhor amigo de Fly (e o mais estranho também), parece mais uma cebola amarela com asas, ou um bolinho alado. Foi resgatado pelo protagonista no primeiro episódio. É com ele que Fly produz as conversas mais emocionantes do anime. Representa os desejos que podem ser realizados por aqueles de coração puro, sendo criado por Deus. Morto com uma pisada feito uma barata pelo Rei do Mal Burn.

  • Avan
 
Avan passando a mão no Pop

Avan era o antigo herói lendário que venceu o Rei das Trevas Hadler em uma batalha para trazer a paz novamente ao mundo. A partir daí, ele passou a treinar crianças folgadas para se tornarem heróis como ele. Pórem, o Avan acabou morrendo quando teve que enfrentar Hadler pela segunda vez. AVAN MORREU....antes ele do que eu! Tem um estilo de roupa muito dos seus esquisitos, sendo composto de uma roupa estilo militar antigo meio vermelho-meio rosa, luvas rosas (ui!!!), um óculos de nerd, botas da Xuxa e um cabelo, modelo Florinda, enrolado por bobes. Morre depois de ser atingido por um rojão de fogos de artifício pelo feitiço Merazoma e ao se autossacrificar vestido de homem-bomba explodindo junto com o inimigo usando o feitiço Megante para proteger os seus subordinados. Quase no fim do mangá, revela-se que Avan na verdade pregou uma pegadinha em seus alunos, fazendo-os de idiotas a história inteira, pois na verdade, treinava para o confronto final com o Rei do Mal e assim, acaba facilmente com Killburn e se casa com a Princesa Flora (ou seja, ele não era tão gay, apesar de gostar de coisas de mulher como cozinhar por exemplo).

  • Pop
 
Super Pop, mais inútil que o Kuririn em um anime!

Pop é considerado o pior aluno de Avan. É um covardão que se acha melhor que todo mundo, mas na hora H, ele é o primeiro a fugir. Apesar disso, ele é um rapaz mulherengo, mas nunca se dá bem com as mulheres. Pop tem a esperança de um dia fazer amor com Maan, embora a moça o considere um inútil. Tapa buraco da série, não faz nada com nada. Só começa a agir quando Avan morre. Usa um gravetinho de metal como arma chamada Magical Bosta Booster, que aumenta a energia dele (que já não é muita). Os golpes dele são: Mera (pelo visto é o mais fácil de fazer), Merami, Merazooma, Hyado e Hyadalko. Também consegue se suicidar como seu mestre, já que aprendeu o Megante. Após treinar por mais de mil anos ele finalmente...continua sendo o mesmo inútil. Mas ao fim do mangá, pelo menos se declara para Maan e enfim se casa com ela...ou não.

  • Maam
 
Maam, a gentileza em pessoa

Maam é uma ruiva gostosa que luta pra caralho. Possui uma pistola 38, capaz de matar quantos inimigos ela quiser. Ela acompanhou Fly e Pop em sua jornada pelo mundo. Ela tem uma queda pelo Jenki, mas é apaixonada pelo inútil do Pop. É outra puta paga discípula de Avan, que utiliza dos jutsus médicos poderes de cura ensinados por ele. Utiliza de uma pistola mágica capaz de atirar cápsulas carregadas de magia, mas que acaba quebrando durante uma luta. Vendo que se tornaria tão tapa-buraco quanto o seu amor Pop, resolve deixar o grupo e fazer algo que preste da vida tornar-se uma guerreira. Maam se torna uma lutadora de MMA após treinar com Brokinas, conhecido como Deus das Artes Marciais (ô exagero). Aparentemente a moça é lésbica, já que termina o mangá sem ficar com ninguém.

  • Princesa Leona
 
Princesa Leona a gostosa do anime. Tá explicado o motivo da paixão de Fly

É uma loirinha gostosa, sendo desejada por Fly e Pop. Leona não sabe lutar, não sabe usar magia, não sabe fugir....não serve pra Porra Nenhuma. Ela só serve mesmo pra ser sequestrada pelos vilões, além de deixar o Fly excitado. Tem a mesma função que a Saori em um anime, só serve pra ser salva. Deu para o Fly (ui!!!), a faquinha de cortar pão adaga de Papúnika, no dia em que foi salva mais uma vez. É a gostosa do anime e não tem nada de especial além do corpo. Contudo, ganha o amuleto de Avan e auxilia na batalha final contra Burn, embora não tenha servido para porra nenhuma.

  • Jenki (Hyunckel)
 
Kurama Jenki com cara de quem quer dominar o mundo!

Jenki foi o primeiro aluno de Avan. Ele é muito burro, pois achava que Avan tinha matado o seu pai adotivo, sendo que quem fez isso foi o Hadler. Jenki tentou matar Avan, mas pelo fato de ser um moleque fracote, Avan o derrotou e o jogou em um rio, sem querer querendo. Jenki se revoltou e fez parte do Exército do mal, sendo treinado por Mystburn. Alguns anos depois, Jenki reapareceu vestido com lata de sardinha poderosa armadura e jurou vingança contra os alunos de Avan. Pórem, depois ele também se tornou um emo e ficou junto dos seus amigos, principalmente da Maam. O Pop é claro, odeia o Jenki. Após o confronto com a Confraria do Dragão, roubou a armadura de Larhalt. Posteriormente, ele rejeitou Maam para que ela ficasse com o perdedor do Pop e assim, mata seu mestre das trevas Mystburn no confronto final com Burn.

  • Crocodine
 
Crocodinne tentando arranjar uma namorada

É um jacaré cor-de-rosa gigante e muito forte. Filho de lenhador, usa um machado para matar suas vítimas. Foi derrotado por Fly e teve seu olho cortado. Algum tempo depois, Crocodine virou um emo rapaz bonzinho e ajudou Fly na luta contra os outros Comandantes. Ele já teve um caso com Pop. General do Batalhão das Feras, é o mais fraco dos generais, sendo o seu exército o primeiro a ser derrotado. Perde um olho numa briga com Fly e depois, quando tenta matar Pop, perde a vida quando Fly faz aparecer a sua tatoo de hena com neon do dragão. Antes de morrer, reconhece a miguxisse entre Fly e Pop e quando ressuscita (WTF???) salva Fly e Jenki de perigo e volta a morrer. É o primeiro vilão em forma de jacaré dos animes e um dos poucos a morrer e ressuscitar sem as Esferas do Dragão! Após ser totalmente massacrado por Baran, a importância de Crocodine passa a diminuir ainda mais e no fim do mangá, ele não passa de um verme insolente. Contudo, consegue matar o velho Zaboera na batalha final contra Burn.

  • Matorif
 
Matorif, um mestre respeitável, ganhando um presente

Velho tarado, irmão do Mestre Kame, foi um dos heróis que ajudou Avan em sua batalha contra Hadler para salvar o mundo. Passou o resto de sua vidinha insignificante como um ermitão nas montanhas porque julgava os seres humanos uns ingratos. Porém, aceitou ajudar a turma de Fly e assim, transformou Pop em macho, ensinando todas as suas macumbas. Atualmente, vive assediando as moças gostosas desse anime. Também é irmão do herói falso Masoho.

  • Melulo
 
Melulo, a Mãe Dinah, dando uma voltinha com a Vovó Uranai do Fly.

Uma vidente que adivinha tudo o que vai acontecer. Tem olho preto e é apaixonada pelo Pop (isso mesmo, pelo Pop, acredite se quiser)

Uma bruxa velha e feia pra cacete que não serve para nada, mas foi importante pois graças a ela, Fly finalmente descobriu suas origens como Cavaleiro Shiryu Dragão.

Um velho gagá que era um dos Cavaleiros da Princesa Leona. Sempre se mete em encrenca, mas é muito valente.

  • Baran
 
Baran mostrando sua verdadeira face.

Isso mesmo! O verdadeiro Cavaleiro Dragão que na verdade é uma criação de Deus, do Capeta e dos dragões, era o ser mais forte do Planeta, perdendo apenas para Chuck Norris e era um guerreiro que representava a verdadeira justiça. Isso até conhecer Soara, mulher com a qual afogou o ganso e teve seu único filho conhecido como Dino da Silva Sauro, que mais tarde, foi batizado como Fly. Por ser um Cavaleiro Dragão sofria bullying e era vítima de "Dragofobia" pelo povo preconceituoso de Alkeed governados pelo Rei Bolsonaro, sendo condenado a morte por esses humanos idiotas. Contudo, sua esposa Soara se jogou na frente dele quando iriam executá-lo e isso deixou Baran muito puto e ele simplesmente riscou o reino de Alkeed do mapa, assim como Deus fez com Sodoma e Gomorra. Muito putasso com todos os humanos, Baran vendeu sua alma para Edir Macedo e assim se tornou o Comandante dos Super Dragões do exército de Burn, com seu batalhão sendo o mais poderoso de todo o exército (ô exagero!). Após travar um intenso combate com Fly e lhe revelar suas origens, Baran passa para o lado vira-casaca da força e também traí Burn, a exemplo de Jenki e Crocodine. Aliando-se temporariamente ao seu filho, os dois invadem o puteiro de Burn onde travam duro um combate contra Hadler. Mas, cagando achando que seria derrotado, Burn covardemente aciona a bomba colocada no corpo do idiota do Hadler (que nem sequer sabia que estava sendo usado como cobaia) e assim consegue matar o apelão do Baran, mesmo transformado em Dragão Demoníaco. Por fim, este bravo guerreiro pede perdão pelos seus pecados e morre como um verdadeiro emo.

Heróis secundários (exclusivos do mangá)Editar

 
Lon Berk, o maior ferreiro de todos os tempos desse mangá. Deu aulas para um certo Cavaleiro de Ouro.
  • Lon Berk

Filho de Hefesto, é um ferreiro que criou várias armas para o rei Burn, até pedir demissão por não receber um aumento de salário. Desde então, virou a casaca e criou armas foderosas para Fly e seus amigos na batalha final contra Burn.

  • Marcelo Nova

Um adolescente fracote, conhecido como o "herói" do Norte. Apanhou várias vezes, mas mesmo assim não desiste e se une ao grupo de Fly.

  • Princesa Flora

A princesa gostosa do reino de Carl, ajuda os heróis a penetrar o Castelo de Burn. No final do mangá, se casa com Avan, provando que ele não é tão gay assim.

  • Chu
 
Chu

Um rato chato pra cacete, que serve apenas para atrapalhar nas batalhas. É apaixonado por Maam (risos). No fim do mangá, se tornou o novo comandante do Batalhão das Feras para a vergonha de Crocodine.

  • Brokinas

Um mestre muito tarado sábio em artes marciais que treinou Maam, quando esta retornou para Lomos. Contudo, tem o hábito estranho de vestir-se de fantasma.

Personagens inúteisEditar

 
Soara
  • Soara

Princesa de Alkeed, mãe de Fly, mulher de Baran e filha do Rei Bolsonaro. Se jogou na frente dos Bolsominions para impedir a morte do seu amado que era vítima de "dragofobia", mas acabou morrendo em seu lugar.

  • Loca

O pai de Maam e um dos "heróis" que ajudou Avan a vencer Hadler. Morreu e por isso não participa da história, se bem que isso não é desculpa para não aparecer no mundo dos animes.

  • Leyra

A mãe de Maam e uma das heróinas que ajudou Avan a vencer Hadler. Se aposentou e não serve para mais porra nenhuma.

  • Rei de Lomos

Um rei idiota alegre conhecido como Lula que vive puxando o saco de Fly e cia. Governa o reino de Lomos que possui muita corrupção e mensalão.

  • Amy
 
Matorif procurando alguma coisa.

Uma gostosa que é uma dos três sábios de Papunika. Frequentemente sofre abusos sexuais do velho Matorif. É apaixonada por Jenki, mas este é um gay não parece estar interessado em mulheres.

  • Apollo

Apesar de possuir o nome de um deus grego, esse personagem é um tremendo de um inútil. A única vez em que apareceu, foi quando tomou uma surra de Freizard e após isso, não se atreveu a lutar novamente.

  • Mailin

Irmã gostosa de Amy, teve seu rosto queimado por Freizard, mas voltou ao normal quando a Princesa Leona a curou. Também não serve pra porra nenhuma.

Era um soldado caveira do antigo exército de Hadler e pai adotivo de Jenki. Foi morto por seu rei quando este descobriu a traição, mas antes de morrer gravou uma mensagem em seu celular, que o idiota do seu filho adotivo só descobriu muitos anos depois e que o forçou a virar a casaca.

 
  Falsos Heróis! Falem comigo!  

Heróis falsosEditar

  • Delodin

Um espadachim que mais se parece com um protótipo do Pop. Um grande cagão que foge quando o perigo se aproxima. Junto com seus amigos traiçoeiros atacou a Ilha Dermilin, onde sequestrou covardemente Gome, mas no fim acabou derrotado por Fly, que nessa época, nem sequer tinha treinado com Avan, mostrando o quão fraco Deloin é.

  • Zulubon

Uma gostosa que se utiliza desse atributo para enganar homens idiotas.

  • Helo Helo

Um grandalhão imbecil, que adora joias.

  • Masoho

Acredita-se que seja o mago Babidi, já que foi dublado por ele. Tem medo de árvores. Apesar disso, é o mais honesto do grupo de heróis falsos, já que encorajou Pop a virar macho e se suicidar lutar contra Crocodine. Revelado no mangá, como sendo irmão do mestre tarado Matorif.

Vilões inúteisEditar

 
Nossa, que medo...
  • Bispo Tenshinhan

Um velho careca e feioso, subordinado da Princesa Leona que armou um motim contra ela, mas se fodeu bonito, pois foi traído por seu cúmplice.

  • Balão Ballon

Dublado por Seiya de Pégaso, era um escravo da Princesa Leona que ajudou o Bispo Tenshin a executar seus planos malignos e sabe-se lá como, conseguiu a armadura assassina do Rei Hadler, mas foi derrotado por Fly, que usou pela primeira vez a tatuagem do Dragão e o torrou feito um churrasco após usar um Begirama.

VilõesEditar

Os seis comandantes do exército do MalEditar

São os seis comandantes dos batalhões que tentam impedir Fly de alcançar os seus objetivos:

Batalhão das FerasEditar

 
Crocodine apanhando de um pirralho que usa uma faca de cortar pão como arma

Comandado por Crocodine, como já citado, é o mais fraco, sendo o primeiro a ser derrotado por Fly e sua gangue. Seu general virou a casaca e foi pro lado de Fly.

Batalhão dos ImortaisEditar

 
Jenki, o homem de lata general Imortal

É um grupo de zumbis que, em vez de voltar pra cova e aproveitar o sono eterno, se uniram a Hadler e foram morar no antigo castelo do mal (Hadler estava louco pra alugar aquela jossa), sob o comando de Jenki (mais um vira-casaca). É o segundo batalhão a ser derrotado (dessa vez Freizard que soltou um Merazoma para destruir o castelo, enquanto Fly tremia de medo).

Batalhão de Chamas de Gelo (Paradoxo)Editar

 
Freizard...desse aqui eu tinha medo!

Comandado por Freeza Freizard ou Flazzard. Batalhão que prende e congela a princesa Leona (já viu algum vilão matar os herois???), que é salva pela gangue Fly. Freizard era o mais legal dos seis comandantes (eu tinha medo dele) e também o mais cruel e maluco. Criado por Hadler, ele tinha apenas 1 ano (é sério isso?) e não pensava em outra coisa a não ser vencer seu adversário, não se importando em que métodos utilizaria para isso. Após prender a Princesa Leona em um bloco de gelo (técnica que aprendeu com Camus de Aquário), o monstro utiliza um golpe que cria duas torres de chama e gelo que diminue a força dos heróis guerreiros os quais ficam mais fracos que o Kuririn. Após destruírem essas torres, Fly e companhia tentam resgatar Leona, mas Freizard não desiste e utiliza um golpe suicida, onde usa seu próprio corpo para jogar pedrinhas neles. Após apanhar um pouco, Fly consegue derrotá-lo com o Golpe de Avan e Pop destrói metade de seu corpo (acredite se quiser). Prestes a virar purpurina, Freizard aceita se tornar escravo de Mystburn e assim ganha a super armadura do exército fantasma, para surrar os heróis mais um pouco. Freizard ficou tão poderoso mas tão poderoso que Fly o fez em pedaços em questão de segundos. Por fim, o grande General das Chamas de Gelo é morto pelo seu grande "amigo" Mystburn, por não passar de um grande fracassado.

Batalhão dos Super DragõesEditar

 
Os jagunços de Baran finalmente estrearam em anime

É o batalhão dos seres mais fortes da face da terra (ô exagero!), sendo que o garoto de dez anos derrotou vários dragões facilmente (Cômico, não?). Tem como general o Lord Voldemort dos Dragões Baran, que é pai de Fly (já falamos bastante dele lá encima e foi mais um que virou a casaca).

Confraria do DragãoEditar

São os jagunços mais poderosos de Baran que formam a chamada Confraria do Dragão, até então exclusiva do mangá, porém depois de mais de oito mil anos finalmente estreou em anime. Seus membros eram:

  • Galdandy

Filho do Pica Pau, era o guerreiro do ar. Foi morto pelo Pop (risos).

  • Borahorn

Filho do Leôncio, era o guerreiro da terra. Foi morto por Jenki e só tinha tamanho.

  • Larhalt

Um guerreiro que pertence a raça dos demônios e é um pouco melhor que os dois inúteis derrotados acima. Após um intenso combate, foi derrotado por Jenki e lhe deu (ui!) sua armadura da Lança Mágica. Ao final do mangá, Larhalt revive (WTF?) graças à Baran e assim como todos os vilões desse mangá, também vira a casaca e luta contra o Lord Burn.

Batalhão dos FeiticeirosEditar

 
Zaboera, sua morte só pode ser vista no mangá (Ou não).

É o grupo da terceira idade do mangá. Seu líder é Zaboera, um velhinho caquético, mas que pode te levar à terra dos pés-juntos com um simples aceno da sua varinha mágica. Foi o batalhão que o “avô” de Fly fazia parte, antes de entrar pro Lado Rosa da Força e ficar bonzinho. Um velho nojento que não tinha força nenhuma e vivia nas costas dos outros comandantes. Na batalha final contra o Rei Burn, usou uma macumba e se tornou um Megazord, mas foi derrotado por Lon Berk e morto por Crocodine, a quem Zaboera dava apelidos carinhosos como "jacaré retardado." Tinha um filho chamado Samusa.

Samusa (exclusivo do mangá)Editar

Filho de Zaboera. É o Bruxo que tenta matar os amigos de Fly no torneio de Lomos transformando-se em Regina Casé, mas logo é derrotado por Fly e Maam.

Batalhão dos FantasmasEditar

 
  Eu quero a sua alma!   Mystburn, a terceira criatura mais velha do planeta, perdendo apenas para a Dercy e Burn.

Sendo o seu general Mystburn (Myst Vearn), é um batalhão extremamente mente mente (e como mente!) forte, mas que é derrotado por Fly (se não não teria graça). A fonte de vida deles é o espírito mágico que lhes foi dado pelo grande Mestre do Mal. Que no fim serve pra nada, já que todos voltam por onde vieram. Revela-se que era o Mancha Negra e que guardava o corpo jovem do verdadeiro Burn. Foi morto por seu ex-aluno das trevas Jenki.

Goroa, o Tambor (exclusivo do mangá)Editar

Somente um gordo feioso que é o guardião do Castelo de Burn e tanta matar Fly e Leona, mas logo é derrotado.

Chefões PrincipaisEditar

Comandante HadlerEditar

 
Hadler, o pau mandado de Burn.

Antigo rei das trevas, Hadler é o comandante do Exército do mal depois de Capeta Jr. e também é mais fraco que seus cinco generais subordinados dos batalhões, vencendo apenas o velho gagá do Zaboera que entrou somente porque era um biscateiro. Foi derrotado por Avan de forma humilhante no passado e virou motivo de piada por ter perdido para um nerd afeminado quatro-olhos. Voltou mais forte querendo vingança contra Avan, mas acabou tomando um pau do pirralho do Fly. Assim como Avan, também possui um visual meio esquisito, com ondulados cabelos loiros (hum boiola), pele azul e ainda uma coleira para os seus fetiches sexuais.

Hadler também lutou contra Jenki (seu antigo subordinado que virou a casaca), mas não adiantou nada e além de levar um cacete, ainda foi morto pelo mesmo. Mas esse filho da puta esse vilão reviveu de novo! É o Rei Demônio que ameaça a paz no mundo, pau-mandado de Burn, que foi revivido pelo seu paga-pau, e desta vez está mais foderoso e “quase” imortal. Vive no Continente da Morte e é quem controla por completo os Batalhões. Pretende usar seu novo poder para se vingar de Avan e instaurar novamente o seu reino de maldade. Consegue vencer Avan, quando o mesmo utiliza o golpe de autossacrifício.

Já no castelo do mal, Hadler, com uma macumba feita com a ajuda de Zaboera, Maga Patalógika e Bruxa do 71 fica mais "fodão" até descobrir que era usado como cobaia pelo grande Burn e continha uma bomba dos androides da Red Ribbon dentro de seu corpo implantada pelo Dr. Maki Gero que poderia destruir todo o planeta. Durante uma suruba entre Hadler, Fly e Baran (outro vira-casaca que agora estava lutando do lado de seu filho, que há alguns dias atrás tentou matá-lo), a bomba do Rei Demônio é retirada, mas Killburn aparece e como bom filho da puta que é, explode essa bomba e Baran acaba pagando o pato.

Hadler então, manda o Grande Burn se foder, mas ainda insiste em namorar com o Fly. O pirralho então, dá um fora naquele Rei viado quando Killburn (esse filho da puta de novo!) lança uma macumba que coloca Fly e Hadler numa cilada, Bino. Pop tenta ajudá-los mas acaba se fudendo também. Quando parecia tudo perdido, Avan volta da puta que pariu e com um truque, salva Fly, Pop e Hadler. Nesse momento, Killburn tenta matar Avan pelas costas mas Hadler cansado daquele filho da puta lhe fura os intestinos com sua garra plagiada do Wolverine. Por fim, Hadler morre nos braços de Avan (que coisa gay), realizando seu desejo de morrer nos braços de um guerreiro (ui!). Mais tarde, é revelado que Hadler reencarnou no corpo de um de seus súditos.

A Guarda Especial de Hadler (exclusivos do mangá)Editar

Subordinados do Rei das Trevas, criados a partir de um metal raro conhecido como Oriharukon. Todos foram baseados em peças de xadrez. Lutam especialmente para Hadler, estando dispostos a morrer por seu criador e até mesmo se voltam contra o Lord Burn. Seu grupo era formado por:

O que possuía a maior força física. Se sacrificou para proteger seu criador e seus irmãos do ataque mortal de Burn. Era tímido e só falou uma única vez.

O mais pau no cu de todos, já que tentou matar a ratazana do Chu, mas ficou cego após se encontrar com Baran. Tentou lutar com dois Cavaleiros Dragão (esse tinha coragem) e foi cortado em dois por Fly.

Tinha cara de cavalo (O RLY?) e foi morto pelo Pop (risos).

A única mulher (ou não) que fazia parte da Guarda Especial de Hadler. Depois de seu criador, era ela quem dava as ordens para o grupo, claro, afinal era a única calcinha deles. Sua devoção por Hadler era muito grande, alguns dizem que ela sentia alguma coisa pelo Rei Demônio. Foi morta por Maam.

O mais inútil de todos. Claro, afinal todos lutam para proteger o rei, que não luta porra nenhuma. Derrotado por Jenki e Larhalt.

O maior puxa-saco de seu criador. Foi derrotado várias vezes por Jenki, mas sempre voltava para apanhar mais um pouco. Por fim, seu mestre reencarnou nele e assim, nasceram-lhe longos cabelos loiros. A exemplo de todos os vilões, também passou para o "Lado Fly da Força."

Killburn (Kill Vearn) e PiroroEditar

 
E já sabem. Se o Capeta aparecer...

Killburn seria a própria imagem do Capeta ou um plágio da Dona Morte. Sempre acompanhado de um anão retardado chamado Piroro, é um assassino sádico que não é propriamente um escravo de Burn, mas sim um sócio. Na verdade, era tão desgraçado, que esperava uma oportunidade para matar Burn também. Foi derrotado por Avan, quando este "voltou da sua morte". No fim do mangá, após Fly derrotar o Lord Burn, Killburn usa seu corpo para se autoexplodir e assim destruir todos os continentes, mas o pequeno Cavaleiro Dragão usa seu corpo para evitar a explosão e aparentemente morre...ou não.

Já Piroro é aparentemente, um capetinha retardado que não possui força alguma, maaaasss...revela-se que ele na verdade é o cérebro da dupla e que controlava o corpo de Killburn, o qual guardava uma bomba capaz de destruir a Terra. Contudo, morre com apenas um soco da Maam.

Chefão FinalEditar

Sr. Burns Burn (Vearn)Editar

 
E finalmente lhes apresento Burn, o Grande Rrrrrrrrrrrrrei do Mal! Já fez suas orações? Então corra pra caralho e não se meta com ele, senão...

O Lord demônio que nasceu há 10 mil anos atrás e que está acima de Hadler e do exército inteiro. Burn é quem dá (ui!!!) as ordens a eles para as práticas malévolas sexuais na Terra. Sendo o paga-pau de Hadler, resolveu ressuscitar o Rei Demônio para tocar o terror na terra, tirar o sol dos humanos e apagar os fracos. Acredita-se ser a criatura mais antiga do planeta (depois da Dercy, claro). Possui grandes poderes mágicos e seus planos eram totalmente desconhecidos até o fim do mangá. Mostrou sua cara feia apenas na metade do mangá e é por isso que ele não foi visto no primeiro anime. Se com seu corpo de velho ele era extremamente apelão, quando usou seu verdadeiro corpo (guardado por Mystburn) revelou-se ser o demônio mais forte que já existiu. Após uma intensa batalha, o terrível Rrrrrrrrrrrrrei do mal finalmente encontra seu fim nas mãos de Fly.

Samba Enredo A Musiquinha InesquecívelEditar

 
E aqui vemos Burn, milhões de anos mais jovem. Se meter com ele é o pior erro de sua vida.

Para os que não se lembram (o que é impossível), aqui está a música em sua íntegra:

Dragon Quest Fly – Abertura Brasileira

Fly, Fly, Fly, quero a paz que o inimigo destrói.
Fly, Fly, Fly, um pouco de mago e muito de herói.
Voar por terras distantes, ser um herói de verdade,
Aprendí a usar a magia em horas de dificuldade.
Vovô sempre quis me ensinar, um dia vou ter que aprender,
Pra lutar contra as forças do mal, a gente tem que saber.
Defender quem precisa de ajuda, a justiça em primeiro lugar,
Pois todo herói de verdade, pelo bem, sempre tem que lutar.
Fly, Fly, Fly, quero a paz que o inimigo destrói.
Fly, Fly, Fly, um pouco de mago e muito de herói.

Galeria de "...um pouco de mago e muito de herói"Editar

Ligações externasEditar

Se além de cantar você quer acompanhar a abertura, aí está o vídeo:

v d e h
v d e h
|