Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

60 834 artigos · 202 173 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Portal comunitário

Mídia

Chat

Contribuir

Artigo em destaque
Uma das ilustrações do livro, que servia como a Playboy da época. A imaginação era tudo.

Gray's Anatomy, cujo nome completo é Henry Gray's Anatomy of the Human Body Based on Illustrations of Monkeys Thanks to Henry Vandyke Carter é um livro de medicina antigo, geralmente aceito como a Bíblia da anatomia, não por ser algo precioso e notável e sim porque o escritor tirou tudo da cabeça e um monte de gente ainda acredita no que está escrito.

O doutor Henry Gray, anatomista inglês, estava meio sem o que fazer e precisava escrever bobagens. Não existia a Desciclopédia para ele criar algo então ele se viu forçado a escrever um livro cômico. Ele era um estudioso da área médica-legal, e costumava fazer umas experiências com cadáveres indigentes largados pelos cemitérios da Inglaterra, algo que era mais comum naquela época, naquele tempo, naquele país.

Henry Gray tinha tanto conhecimento de cadáver fedorento, que até sua própria publicação ficou podre. Gozadamente esse seu livro se transformou numa enciclopédia da anatomia por muito tempo, quando na época não existia uma medicina muito avançada e se confundia câncer no cu com virose.

Hoje é possível dizer que Gray's Anatomy é um livro científico e perdurou por muito tempo como a obra-prima da anatomia, até que Charles Manson escreveu seu próprio livro, com descrições do corpo humano ainda mais críveis (e incríveis) que as dadas por Henry Gray.

O livro é dividido em vários capítulos, mas não são numerados. Cada capítulo descreve uma parte do corpo. Quando Henry Gray começou a organizar seu livro em partes, conforme ia arrancando um pedaço do cadáver ia também descrevendo tal parte, mas ele não seguia uma sequência lógica, da cabeça aos pés; em vez disso, a primeira coisa que ele sentia vontade de arrancar no cadáver dentre as partes que sobravam era o assunto escolhido da vez.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter



Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre:

Idioma